Guardado num corredor, corredor abrigo

 

– Sai daí o vagabundo!

Foi a última coisa que ouviu. em outros tempos jamais imaginaria que pudessem estar falando com ele daquela maneira. mas naquele momento, ao se perceber vestido daquela forma no meio da avenida e numa hora como aquela, entendeu claramente que era com ele mesmo e que não era para estar ali.

Atropelado em alta velocidade, só acordou na ambulância a caminho do hospital sem nenhum registro do acontecido. sentia dor em todo o corpo e estava imobilizado em uma maca. cercado por enfermeiros que pareciam conversar tranquilamente conseguiu perguntar para onde estavam indo

– Eu não te falei – disse o mais gordo.

– Eles nunca morem! – concordou o outro e riram, riram cansados.

No hospital teve o corpo examinado e limpo, vestiu um avental, foi colocado em uma maca e o questionário sobre suas dores seguiu por algum tempo. quando a equipe percebeu que se tratava de mais um atropelamento envolvendo um morador de rua que não estava seriamente ferido, o paciente foi esquecido sentado na maca em um gigantesco corredor onde havia outras tantas macas com outros tantos pacientes que aguardavam uma vaga em algum quarto.

As enfermeiras apareciam de vez em quando com água e medicação que eram colocadas veia a dentro na turma do corredor. uns lamentavam e outros reclamavam mas o nível de ruído era significativamente mais baixo do que o das ruas e aquela paz acalmava-o e lhe trazia conforto.

Seus pensamentos fluíram livres e pela primeira vez em muito tempo quis lembrar-se da sua outra vida, a vida de antes da que ele vivia agora, a vida em que ele tinha se matado.

Anúncios

Uma resposta em “Guardado num corredor, corredor abrigo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s